La démocratie donne toute sa valeur possible à chaque homme, le socialisme fait de chaque homme un agent, un instrument, un chiffre. - Alexis de Tocqueville
25
Abr 09
publicado por António de Almeida, às 10:27link do post | comentar | ver comentários (7)

    -O 25 de Abril de 1974 foi um golpe militar motivado por interesses corporativos, legítimos é certo, mas que nada tiveram a ver com o desenrolar posterior dos acontecimentos. Nem todos os capitães tinham consciência política, alguns contestavam apenas a situação que se vivia no país, em particular a guerra colonial, outros teriam, coexistindo várias tendências no seio das forças armadas. Mesmo contando com a adesão da população, não se verificou imediatamente qualquer revolução, o período revolucionário aconteceu mais tarde, e teve outros protagonistas além dos militares. No entanto todos os anos nesta data aparecem uns figurões a reclamar para si a autoria do golpe ao qual chamam revolução, esquecendo a génese colectiva que lhe deu origem, mas para eles pelos vistos todos os capitães eram iguais, mas alguns seriam mais iguais que outros, durante os restantes 364 dias do ano ficam remetidos à sua insignificância. O regime então derrubado caía de podre, não tenho dúvidas que naquele dia apenas existiu uma antecipação da História, que cedo ou tarde seria inevitável, à semelhança de Espanha ou Grécia, e Portugal até poderia estar hoje bem melhor se tivesse sido poupado a um PREC e à destruição da sua economia.

tags:

23
Abr 09
publicado por António de Almeida, às 09:15link do post | comentar | ver comentários (2)

    -A Liberdade individual é para mim um valor fundamental, que se deve sobrepor a todos os outros. Caso se confirme existir nos projectos sobre criminalização do enriquecimento ilícito qualquer inversão do ónus da prova, por uma vez estou de acordo com o PS, devem ser chumbados. Mas toda esta questão não deveria ser tratada à pressa, nas vésperas dos actos eleitorais, vai sair asneira pela certa.

tags:

22
Abr 09
publicado por António de Almeida, às 17:18link do post | comentar | ver comentários (15)

    -Discordo totalmente da proposta do PS, ao que parece o PSD também já terá em tempos feito apresentado uma igual, de fixar em 12 anos a escolaridade obrigatória. A liberdade pressupõe o respeito por alunos que legitimamente não queiram estudar, mas o Estado teima em decidir o que é melhor para nós. Infelizmente não faz o que deveria, aumentar o grau de exigência necessário para concluir os diferentes ciclos com aproveitamento.


21
Abr 09
publicado por António de Almeida, às 00:37link do post | comentar

   -Para além de terem aprovado uma Lei que atenta contra Direitos, Liberdades e Garantias dos cidadãos, PS e BE criaram ao que parece uma trapalhada, segundo especialistas em Direito fiscal.

tags:

19
Abr 09
publicado por António de Almeida, às 01:16link do post | comentar | ver comentários (5)

   -Nos tempos que correm, com a liberdade ameaçada, convém ler, ou reler estes livros.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

tags:

15
Abr 09
publicado por António de Almeida, às 23:06link do post | comentar | ver comentários (6)

   -Seria prematuro tecer considerações sobre um projecto que mesmo que venha a ser aprovado, terá posteriormente de ser regulamentado. Em tempos de crise, com muita gente virada para o Estado, temo sempre que Direitos, Liberdades e Garantias dos cidadãos possam ser colocados em causa. Levantar o sigilo bancário é uma coisa, inverter o ónus da prova, outra bem diferente. Espero continuar a viver num país livre!

tags:

03
Abr 09
publicado por António de Almeida, às 23:31link do post | comentar | ver comentários (2)

    -Cuidado com os hipopótamos. George Ayittey explica.

 

 

via Ordem Livre

tags:

publicado por António de Almeida, às 18:30link do post | comentar | ver comentários (4)

      -Estás errada Daniela, se pretendesse passar por Zola, não estaria calada, defenderia sem hesitações a liberdade de escrita, mesmo que discordasse do conteúdo.

tags:

25
Fev 09
publicado por António de Almeida, às 10:40link do post | comentar

     -Tenho lido vários economistas defenderem uma maior intervenção dos Estados no sistema financeiro, há quem abertamente defenda a nacionalização dos Bancos, ou quem mais moderadamente fale em obrigar à concessão de crédito, como contrapartida da ajuda prestada em garantias sobre empréstimos. Como já se percebeu, o pecado original da actual crise residiu no excesso de crédito, o sobreendividamento de particulares primeiro, e empresas depois, tenho sérias dúvidas que a solução passe por facilitar mais créditos, pois injectar dinheiro no mercado servirá para alimentar mais a bolha especulativa, agravando o problema em lugar de resolvê-lo, porque todo esse crédito teria de ser pago um dia, sem que tenha sido gerada riqueza suficiente para o fazer. Claro que existe ainda o problema da falta de liquidez dos próprios governos para nacionalizarem todo o sistema financeiro, porque a tentação é enorme, dos EUA à U.E. vários governantes como Obama, Gordon Brown, Sarkozy ou Berlusconi não desdenhariam tal solução, mas teriam em seguida de enfrentar um problema ainda maior, o desemprego. Tal como os Bancos aproveitaram parte do dinheiro recebido para se reestruturarem, nada impede que uma ajuda financeira às grandes empresas provoque situação idêntica, reduzindo o número de trabalhadores, com a agravante de tal ajuda provocar distorções no mercado, prejudicando outras empresas que seriam economicamente viáveis, mas deixam de o ser a partir do momento em que os concorrentes são artificialmente beneficiados pelo Estado. O que muitos economistas pensam mas não dizem por agora, é o passo seguinte, a nacionalização da economia, vão falando em consciência social, preparando terreno para que no futuro que idealizam, com o Estado de posse do sistema financeiro, reclamarem também a intervenção do aparelho produtivo, estabelecendo a tal nova Ordem Mundial de que falam, mas não explicam. Vamos ser claros, a originalidade não abunda, o que nos querem mesmo impor é o velho modelo socialista que faliu em todos os lugares onde foi experimentado, mas o distanciamento Histórico leva a que algumas pessoas pensem que a culpa talvez não tenha sido do sistema, mas dos políticos que o implementaram, admito que alguns possam até estar cheios de boas intenções, mas atrás do socialismo virá inevitavelmente o fim da Liberdade como a conhecemos, de forma gradual, aos poucos.

tags:

24
Fev 09
publicado por António de Almeida, às 21:46link do post | comentar | ver comentários (1)

    -À semelhança do episódio da passada semana em Torres Vedras, também em Braga será dado o dito por não dito, com a PSP a devolver os livros apreendidos. Como diria o outro, "não havia necessidade".

tags:

publicado por António de Almeida, às 17:48link do post | comentar

(foto roubada no ABC do PPM)

 

      -Não consigo dissociar esta imbecilidade ocorrida em Braga, do episódio da semana passada em Torres Vedras. Começa a instalar-se no país uma cultura de intolerância, temperada com tiques de autoritarismo, a liberdade é um bem demasiado precioso para permitirmos que possa ser posto em causa por um qualquer Diácono Remédios ao serviço não se sabe bem do quê.

tags:

publicado por António de Almeida, às 11:37link do post | comentar | ver comentários (4)

-Um interessante ponto de vista sobre o comunismo, mais em particular "Che" e "Mao".

via Ordem Livre

 

tags:

19
Fev 09
publicado por António de Almeida, às 18:30link do post | comentar | ver comentários (5)

    -A censura ao Magalhães foi a melhor publicidade que a Câmara Municipal de Torres Vedras poderia receber. Será previsivel uma boa afluência aos desfiles nas ruas da cidade, com boas possibilidades de retorno do investimento.

tags:

publicado por António de Almeida, às 16:40link do post | comentar | ver comentários (3)

    -Esta decisão é absolutamente inaceitável e intolerável num Estado de Direito, a liberdade é um valor demasiado precioso para permitirmos que uma decisão judicial possa proibir uma sátira ao sacrossanto Magalhães, elevado a símbolo do socrático regime. É hora de dizer, basta!

tags:

01
Fev 09
publicado por António de Almeida, às 12:15link do post | comentar | ver comentários (6)

    -A decisão histórica do Tribunal em condenar o Estado constitui um avanço na defesa da liberdade individual, e diminuição da desproporcionalidade que existe em Portugal na relação entre o cidadão e o Estado. Não apenas pela aplicação ao caso concreto, mas também pela sua aplicação ao Polis de Esposende, que obrigará ao pagamento de indemnizações pelo valor de mercado, e não através de abusivos cálculos administrativos, que desfavorecem sempre a parte mais fraca.

tags:

29
Jan 09
publicado por António de Almeida, às 11:31link do post | comentar | ver comentários (1)

     -Cada mulher deve ser livre de escolher o local onde pretende dar à luz o seu filho, prematuro ou não. Mais uma vez a ministra Ana Jorge vem com preconceitos ideológicos ultrapassados, já sabemos que não gosta de privados, pois que a eles não recorra, mas deixe os cidadãos livres deste país em paz. Basta de socialismo, agora até os partos quer nacionalizados?


14
Jan 09
publicado por António de Almeida, às 09:27link do post | comentar | ver comentários (8)

    O Cardeal Patriarca de Lisboa surpreendeu ontem ao advertir numa tertúlia no Casino da Figueira da Foz, as jovens portuguesas para eventuais perigos que podem decorrer do casamento com fiéis muçulmanos. D. José Policarpo não defendeu qualquer proibição nem tão pouco condenou o acto em si, ainda que possamos considerar as suas declarações inábeis, inoportunas ou pouco correctas, haverá certamente quem já vislumbre nelas a intolerância, as mesmas são absolutamente certeiras. Uma mulher casada com um muçulmano, se visitar em turismo alguns países islâmicos, fica sujeita a obedecer à Lei Islâmica. Claro que esta é uma questão do foro individual de cada um, quem não quer ser lobo escusa de lhe vestir a pele, a Igreja Católica em si mesma nem tomou qualquer posição sobre um assunto que não lhe diz respeito, D. José Policarpo é um cidadão como qualquer outro, com total liberdade para expressar os seus pontos de vista, que apenas responsabilizam o próprio.

tags:

25
Nov 08
publicado por António de Almeida, às 11:51link do post | comentar | ver comentários (4)

 

     -Um herói português a quem os amantes da liberdade muito devem pelo papel que desempenhou faz hoje exactamente 33 anos.

 

 

 

tags:

09
Nov 08
publicado por António de Almeida, às 15:08link do post | comentar | ver comentários (1)

 

 

 

   -Há 19 anos abriram-se os portões da liberdade, entre o comunismo e a democracia nenhum muro conseguiu impedir a determinação dos povos, um após outro, todos os regimes comunistas cairam, atrás deles a própria União Soviética. Para recordar.

tags:

30
Ago 08
publicado por António de Almeida, às 17:58link do post | comentar

      -Por estar contra a colocação de chips na matrícula dos automóveis, considerando que a mesma coloca em causa a nossa liberdade individual, assinei a Petição Contra a Colocação Obrigatória de Chips de Vigilância nas Matrículas dos Veículos Automóveis.

 

 

tags:

mais sobre mim
Março 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


comentários recentes
comunismo=fascismo
Gostam de falar sobre os mamarrachos mas esquecem ...
Muito Bom post. Realmente, este flagelo agrava em ...
Muito Bom post. Realmente, este flagelo agrava em ...
A Censura anda muito activa nos comentários dos bl...
Posts mais comentados
pesquisar neste blog
 
arquivos
links
blogs SAPO