Mas isso não tem cura, vê o privadíssimo BPN...
manuel gouveia a 10 de Março de 2010 às 14:01

Que deveria ter sido deixado cair, a economia funciona sempre, os governos é que pervertem o seu normal funcionamento...

Pois, o ser privado não é garantia de nada!
manuel gouveia a 10 de Março de 2010 às 14:16

Aí está uma empresa que bem pode ser privatizada. Depois de privatizada certamente não os veremos a fazerem greves sempre que lhes dá na real gana.
Renato Seara a 10 de Março de 2010 às 14:38

Por mim até pode encerrar caso não seja viável, não quero é continuar enquanto contribuinte a suportar os prejuízos...

Quantas empresas privadas são financiadas pelo Estado? E aquelas estrangeiras que ao fim de alguns anos levantam voo, depois de terem recebido milhões.
José Manuel Faria a 10 de Março de 2010 às 19:12

Prática que existe mas não defendo, porque distorce a concorrência. Nestas matérias defendo uma pureza, não sendo todavia ingénuo ao ponto de pensar que existe, o Estado fora da economia, completamente.

Uma vez privatizada, correndo por isso, os riscos de não terem a tal rede sempre a ampará-los de qualquer queda, aí sim,teria de imperar o " bom senso "; assim, para quê gastar os neurónios a pensar no que poderá acontecer?
Cristina Ribeiro a 10 de Março de 2010 às 19:37

Claro que os trabalhadores nas empresas privadas têm sempre presente tal equação, procurando evitar colocar em causa o próprio posto de trabalho.

tens uma certa razão.
Daniel João Santos a 10 de Março de 2010 às 22:44