RTP :Eu até concordaria com um serviço público de Tv se este tivesse como oferta algo muito diferente do que é oferecido pelo privado.Contudo olhando para a programação da RTP vejo que de manhã a programação é em tudo igual à da concorrência à tarde e noite idem aspas. Portanto não me faz confusão nenhuma que a mesma seja privatizada.

TAP: Porque não privatizar?

CP: Acho que não me recordo de ter ouvido falar em lucros na CP.

Metros: Confesso que pensava que ambos tinham gestão privada.

Confesso que sou contra somente a privatização da água, porque acho que como bem essencial deve permanecer sob a tutela do Estado. No mais nada a opor desde que se assegure condições de concorrência. O que por exemplo nos combustíveis está muito aquém.
Renato Seara a 8 de Dezembro de 2009 às 13:26

Confesso que sou contra somente a privatização da água, porque acho que como bem essencial deve permanecer sob a tutela do Estado.

É um sector sobre o qual ainda não tenho opinião formada. Estou a falar da exploração dos recursos, que não propriamente da distribuição, essa pode muito bem ser assegurada por privados.

A questão da distribuição é um bocado complexa. Seria necessário que existisse muito bom senso por parte da entidade privada que ficasse com a distribuição a seu cargo, já que face ao avultado investimento que é necessário fazer em condutas, obviamente a concorrência seria inexistente. A regulação teria que funcionar de forma exemplar. Para já parece-me no entanto que a regulação em Portugal carece de competência!Cmpts
Renato Seara a 8 de Dezembro de 2009 às 18:46

De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres