La démocratie donne toute sa valeur possible à chaque homme, le socialisme fait de chaque homme un agent, un instrument, un chiffre. - Alexis de Tocqueville
31
Jan 09
publicado por António de Almeida, às 10:07link do post | comentar

    -Os e-mails trocados entre os responsáveis do Freeport e Charles Smith, revelam que este último possuía um conhecimento das datas em que seriam tomadas as decisões relevantes para o processo. No mínimo parece ter existido uma relação próxima entre os promotores imobiliários, a C.M.Alcochete e o Ministério do Ambiente. Para além das notícias até agora divulgadas, a investigação jornalística aperta o cerco em torno de José Sócrates e seus familiares, divulgando detalhes de negócios imobiliários da mãe do P.M., como a compra de apartamento a empresa sediada em off-shore. Alguns pormenores são de difícil explicação, a Justiça portuguesa é demasiado lenta e não tem nos últimos anos conseguido produzir resultados satisfatórios em matéria de combate à corrupção, será natural que os portugueses se questionem sobre a idoneidade dos políticos em geral, não apenas neste caso particular, as decisões de governos em gestão sempre levantaram dúvidas de legalidade, o Freeport não constitui caso único, também o SIRESP ou Casino de Lisboa levantaram polémica, para falar apenas nos mais recentes. Resta-nos o jornalismo de investigação, porque sinceramente e face aos factos até agora conhecidos, fica-se com a sensação que este caso continuaria parado nos gabinetes da Procuradoria, caso não tivesse surgido a investigação britânica.

tags:

Caro Jerónimo, eu não estou a embarcar em nada, bastará analisar a série de posts que tenho escrito para o perceber. Apenas tenho feito algumas considerações de caracter político, a até já apontei em posts anteriores diversas possibilidades, repare que citar uma notícia é diferente de subscrevê-la. O que disse foi que o cerco se aperta em torno de familiares cada vez mais próximos, há-de aceitar que uma mãe está mais próxima do que um tio, para já apenas isso, mais nada, o resto é interpretação sua sobre o que não escrevi, nem estou a insinuar nada. A seu tempo lá iremos, há que aguardar, não creio que seja aqui o fim da novela, independentemente do desfecho.

Mas que ligação pode haver entre um acontecimento acontecido 4 anos antes e que não tem a ver directamente com Sócrates mas com a sua mãe ??!! Será que alguém acredita que isto não é mais do falsas novidades do caso freeport, para continuar a vender jornais e ganhar audiência de telejornais ? Não há neste país um único órgão de informação com a decência de separar as águas e não enxovalhar pessoas completamente alheias a tudo isto ? E os blogs, que não têm a ditadura das audiências, não deviam distinguir-se por uma análise mais responsável ? Isto não tem só a ver com Sócrates e o confronto político-partidário. Tem a ver com o aceitar que a nossa escala de valores seja arrasada por esta sanha de incriminar alguém, seja de quadrante politico for, a todo o custo. O facto de poder ser inocente é um pormenor que não suscita piadas nem vende jornais. Por isso não interessa nada.
Jeronimo a 31 de Janeiro de 2009 às 13:41

Pode não existir ligação entre os acontecimentos, mas traçar a partir daí uma linha de orientação na prática de determinada pessoa. E repare que digo apenas "pode", porque também poderá não ter existido qualquer ilegalidade em ambos os casos. Mas também convém não embarcar em teorias de conspiração, repare que os jornais não pertencem todos ao mesmo grupo empresarial, dificilmente aceitaria que concorrentes se aliassem apenas com o fito de derrubar o primeiro-ministro. Se considera rebuscadas as teorias de acusação, terá de aceitar que as de conspiração não o serão menos. Continuemos pois a assistir à novela, quero ver como termina a história, por agora não faço apostas.

Mas eu não subscrevo quaisquer teorias de conspiração com fins políticos. Basta atender à atitude decente de praticamente toda a oposção, com o Psd a destacar-se pela positiva, relativamente a este caso. Eu tenho uma visão mais prosaica: os jornais e televisões são empresas, não têm como principal objectivo informar e forma de forma rigorosa e objectiva. Não. O seu objectivo, absolutamente legítimo aliás, é de vender mais jornais, conqusitar mais audiências, angariar mais publicidade. Parece-me que isso é evidente na própria gestão das noticias que saem a público. Há imenso temo que se ouve falar dos e-mails, do dvd, das suspeitas dos ingleses, da carta roigatória. Porque é que não vêm a público em simultâneo ? Para não matar a galinha dos ovos de ouro de uma só vez.
Jeronimo a 31 de Janeiro de 2009 às 18:37

Salvaguardadas as devidas distâncias, até porque nesse caso sabemos hoje o que realmente aconteceu, o Watergate foi algo parecido. Também um dia espero saber toda a verdade sobre o caso Freeport, até lá não julgo ninguém. No entanto um pormenor, este caso ganha alguma credibilidade na opinião pública, pelas dúvidas levantadas anteriormente face ao P.M., Independente, Casas da Guarda, esta semana o relatório da OCDE, a verdade é que José Sócrates com alguns estilo exagerado no discurso, coloca-se a jeito, o que não faz dele culpado de forma alguma.

Eu insinuo: Sócrates e toda a cambada que nos tem governado, são ladroagem sem escrúpulos!!!!
jorge a 31 de Janeiro de 2009 às 18:48

mais sobre mim
Janeiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9





comentários recentes
comunismo=fascismo
Gostam de falar sobre os mamarrachos mas esquecem ...
Muito Bom post. Realmente, este flagelo agrava em ...
Muito Bom post. Realmente, este flagelo agrava em ...
A Censura anda muito activa nos comentários dos bl...
Posts mais comentados
pesquisar neste blog
 
arquivos
links
blogs SAPO