António, uma pergunta apenas ... quando afrma que considera desejável subir a produtividade para como forma de possibilitar o crescimento salarial que o ministro defende, acredita mesmo que:

- os trabalhadores portugueses, na sua maioria, são preguiçosos e incompetentes ou também acha que há uma parte da responsabilidade (e não vamos quantificar) que cabe aos ditos empresários?
- acredita mesmo que a maioria dos ditos empresários, mesmo que houvesse o que defende, actuaria como diz?
Ferreira-Pinto a 30 de Outubro de 2008 às 10:58