António,

Enquanto as leis penais de um país não conseguirem manter seus apenados monitorados com chips e rastreadores para eles à prisão domiciliar se transforma em sinônimo de liberdade... do crime.

“A criminalidade não pára” enquanto for inoperante o sistema carcerário, judiciário e legislativo.


(a)braços,flores.girassóis :)
Lampejos a 28 de Agosto de 2008 às 03:55