La démocratie donne toute sa valeur possible à chaque homme, le socialisme fait de chaque homme un agent, un instrument, un chiffre. - Alexis de Tocqueville
24
Nov 08
publicado por António de Almeida, às 22:43link do post | comentar | ver comentários (5)

    -Vítor Constâncio esteve hoje na RTP frente a Judite de Sousa, demorando apenas breves instantes a calcular em cerca de 45 milhões de Euros o aval do estado ao BPP, recusando liminarmente qualquer possibilidade de dar um parecer positivo ao pedido de garantia estatal dos 750 milhões de Euros solicitados pela instituição. Admitiu no entanto que terá estado toda a manhã a tratar de problemas relacionados, João Rendeiro esteve hoje reunido cerca de 3 horas com o governador do BdP, apesar de ter sido avisado na passada semana do parecer negativo, o que poderá configurar outra forma de procurar assegurar a sobrevivência da instituição, espero que desta vez não venha a ocorrer qualquer forma de nacionalização a expensas do contribuinte. Curioso ter afirmado que não foi informado da reunião entre António Marta e Dias Loureiro, procurando terminar com a polémica, deixando tudo na mesma, uma palavra contra outra, mesmo que tenha manifestado inteira confiança no seu antigo vice-governador. De resto o costume, defendeu não terem existido falhas na supervisão bancária, lamentando as críticas que têm sido dirigidas à instituição.


publicado por António de Almeida, às 12:28link do post | comentar | ver comentários (5)

     -Não encontrei razões para que Dias Loureiro fosse afastado do Conselho de Estado, ou que o próprio tivesse obrigação moral em fazê-lo, uma vez que não dirigia o BPN, mas a SLN o que era bem diferente. Só que durante a entrevista a Judite de Sousa, o antigo ministro referiu o episódio da ida ao Banco de Portugal contando uma versão totalmente diferente de António Marta à época vice-governador. Será natural que este último possa ter informado Vítor Constâncio, responsável hierárquico do teor da conversa que manteve com Dias Loureiro, e caso o governador confirme as declarações de António Marta, segundo as quais Dias Loureiro apenas procurou atestar o carácter das pessoas que dirigiam o grupo SLN, queixando-se de pressão excessiva sobre o BPN, o Conselheiro de Estado ficará numa situação política insustentável junto do Presidente da República, que não terá outra solução que não afastá-lo, para não ficar chamuscado no fogo que já se adivinha.


publicado por António de Almeida, às 12:14link do post | comentar | ver comentários (1)

 

     -Volto a ser alvejado com novos "DARDOS", desta vez pelo André A. Correia, a quem agradeço a lembrança. Relembro no entanto que já dei sequência ao prémio.

 

tags:

publicado por António de Almeida, às 10:57link do post | comentar

    -Marcelo Rebelo de Sousa é hábil como poucos na criação de factos políticos, ao afirmar que não afastaria o cenário de se candidatar à liderança do PSD após 2009, o professor estará interessado em lançar um debate interno sobre a actual situação interna do partido. Voltar a candidatar-se em 2009, assegurar uma longa travessia do deserto até 2013 seria um peditório para o qual o prof. Marcelo já contribuiu no passado, as suas ambições nesta altura passarão mais por Belém do que S.Bento, onde outras personalidades como Durão Barroso no mesmo espaço político, e António Guterres ou António Vitorino, não descartando até o próprio José Sócrates poderão vir a ter um papel a desempenhar, caso Cavaco Silva cumpra os 2 mandatos que têm sido tradição na democracia portuguesa.


publicado por António de Almeida, às 09:34link do post | comentar | ver comentários (1)

     -Do processo Casa Pia conheço apenas o que tem sido relatado pela comunicação social, no entanto face aos resultados que têm sido obtidos pela Justiça portuguesa ao longo dos últimos 30 anos, ficaria pouco surpreendido se este caso viesse a conhecer um único culpado, o Carlos Silvino também conhecido por Bibi, que ficará para a pedofilia como o Vale e Azevedo para a corrupção, o único rosto de tal crime. Eventualmente mais alguém poderá vir a ser condenado por factos menores, como favorecimento ou cumplicidade, mas após mais de 5 anos será previsivelmente mais um caso onde existiram falhas processuais que ainda podem vir a resultar em condenação do estado português, indemnizando alguns dos acusados no processo, lesando mais uma vez os contribuintes portugueses.


mais sobre mim
Novembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9





comentários recentes
comunismo=fascismo
Gostam de falar sobre os mamarrachos mas esquecem ...
Muito Bom post. Realmente, este flagelo agrava em ...
Muito Bom post. Realmente, este flagelo agrava em ...
A Censura anda muito activa nos comentários dos bl...
Posts mais comentados
pesquisar neste blog
 
arquivos
links
subscrever feeds
blogs SAPO