La démocratie donne toute sa valeur possible à chaque homme, le socialisme fait de chaque homme un agent, un instrument, un chiffre. - Alexis de Tocqueville
12
Nov 08
publicado por António de Almeida, às 22:19link do post | comentar | ver comentários (5)

     -Nas últimas duas semanas assistimos à primeira nacionalização dum banco nos últimos 30 anos, um presidente de Assembleia Legislativa Regional decide suspender um deputado ao arrepio da Constituição, proibindo para cúmulo a sua entrada nas instalações recorrendo a segurança privada para o efeito, ontem uma ministra do governo da República é insultada e vítima de tentativa de agressão, e o sr. Presidente da República  relembra que a manifestação é um Direito constitucional. Só isso? Nada mais a dizer? La Palisse também diria essa banalidade... O país espera mais do que uma mera palavra, talvez um discurso!

tags:

publicado por António de Almeida, às 15:42link do post | comentar | ver comentários (5)

     -O primeiro-ministro José Sócrates garantiu hoje que o governo irá prosseguir com a avaliação dos professores, dando um sinal de inequívoco apoio à ministra Maria de Lurdes Rodrigues após os incidentes ontem ocorridos em Fafe, e simultaneamente criticou Manuel Alegre, afirmando que o histórico deputado socialista está sempre disponível para criticar o governo socialista, respondendo assim ás acusações de teimosia e arrogância a propósito da manifestação do passado sábado. É indisfarçável que neste momento em matéria de política educativa o PS não fala a uma só voz!


publicado por António de Almeida, às 09:51link do post | comentar | ver comentários (6)

     -No espaço de um ano vieram a público 2 falhas na supervisão bancária em Portugal, BCP e BPN. Vítor Constâncio afirma que a instituição que dirige teve a actuação adequada às circunstâncias, rejeitando a acusação que respondeu de forma lenta aos problemas que eram do domínio público mas passaram ao lado da entidade reguladora. O governador do Banco de Portugal defendeu alterações legislativas que deverão ser acolhidas pelo governo, afinal o PS não deixaria ficar mal alguém que foi tão prestável em 2005 no apuramento daquele inexistente deficit de 6,83%. Vítor Constâncio bem pode recusar demitir-se, ficando agarrado ao cargo que ocupa, mas não tem credibilidade política junto de boa parte dos portugueses, porque escolheu agir como um boy em lugar de actuar com a independência e rigor que o cargo exigem.


mais sobre mim
Novembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9





comentários recentes
comunismo=fascismo
Gostam de falar sobre os mamarrachos mas esquecem ...
Muito Bom post. Realmente, este flagelo agrava em ...
Muito Bom post. Realmente, este flagelo agrava em ...
A Censura anda muito activa nos comentários dos bl...
Posts mais comentados
pesquisar neste blog
 
arquivos
links
subscrever feeds
blogs SAPO