La démocratie donne toute sa valeur possible à chaque homme, le socialisme fait de chaque homme un agent, un instrument, un chiffre. - Alexis de Tocqueville
05
Nov 08
publicado por António de Almeida, às 22:30link do post | comentar

      -É verdadeiramente espectacular ouvir e ler algumas posições expressas por certa esquerda europeia, arvorada em guardiões do politicamente correcto, defensores dos Direitos Humanos, críticos dos Estados Unidos da América em geral, e da administração Bush em particular. Durante 8 anos passaram o tempo afirmando a superioridade intelectual e cultural da sociedade europeia, enquanto os bárbaros incivilizados do outro lado do Atlântico elegiam como presidente um incapaz. Ontem os americanos elegeram Barack Obama, choveram elogios mas convém recordar que apesar de terem sido registados eleitores, grande parte dos votantes foram os mesmos que derrotaram John Kerry e Al Gore. Mais espantoso ainda que não tenha encontrado nos blogues que costumam estar atentos ao fenómeno, qualquer comentário ao facto de Califórnia e Florida, dois estados que votaram maioritariamente Obama, através de referendo optarem pela proibição de casamentos entre pessoas do mesmo sexo, acompanhados pelo Arizona, mas aí sem surpresa visto ser um estado conservador.

tags:

publicado por António de Almeida, às 18:03link do post | comentar | ver comentários (6)

     -Na Região Autónoma da Madeira a luta política reveste-se frequentemente de alguma originalidade, desconheço se motivada pelo clima ou pela excelente poncha, a realidade é que por vezes somos brindados com episódios curiosos. Desde um Presidente do Governo Regional que insulta tudo e todos, da oposição regional a qualquer político do continente, nem os seus correligionários escapam, vem agora um deputado do PND, José Manuel Coelho, exibir uma bandeira nazi, protestando contra o regime ditatorial que afirma se vive na ilha. Esqueceu-se contudo o referido deputado que desrespeitou a Constituição, pois estão proibidos a divulgação e utilização de símbolos ou propaganda nazi, seria preferível ter declarado a independência da Madeira ou defender o fim da independência nacional solicitando integração na Espanha.

 

Actualização 6/11 ás 10h45m: -O deputado foi hoje impedido de entrar no parlamento por seguranças. Desconheço se existe cobertura legal para tal decisão, uma vez que José Manuel Coelho beneficia de imunidade parlamentar, tendo o acto ocorrido durante o exercício da actividade política que desempenha.

tags:

publicado por António de Almeida, às 16:43link do post | comentar | ver comentários (3)

     -O governo apresenta na A.R. uma proposta de Lei aprovada em Conselho de Ministros, Manuel Alegre solicita que um artigo seja clarificado, o governo disponibiliza-se para alterar logo ali de imediato a redacção do texto, através de dois ministros e respectivos secretários de estado, para no final a bancada socialista recusar as alterações propostas, utilizando o argumento que as mesmas eram desnecessárias. Tudo a propósito das indemnizações a serem atribuídas a administradores em caso de gestão danosa, durante a discussão da proposta de nacionalização do BPN.


publicado por António de Almeida, às 16:02link do post | comentar | ver comentários (5)

 

 

     -Gosto de John McCain, apoiante desde que me conheço do Partido Republicano fiquei entusiasmado com Barack Obama, as dificuldades iniciais, a tremenda luta com os Clinton, mas nunca deixei de simpatizar com McCain, não posso afirmar o mesmo de Sarah Palin, George W. Bush, Karl Rove e a restante seita de fanáticos que tomaram de assalto a cúpula do GOP, um partido que sob a liderança de Ronald Reagan conduziu os Estados Unidos da América a um progresso sem precedentes, e contribui decisivamente para que o mundo se livrasse do comunismo, uma das piores pragas que já assolou a Humanidade. Ontem apoiei Obama, mas reconheço decência em John McCain, pena que tivesse sido obrigado a ceder influência, lamento ainda mais que não tenha vencido W.Bush primeiro, e Al Gore depois em 2000, talvez o mundo fosse hoje um lugar melhor, o discurso de concessão da derrota que proferiu ontem em Phoenix, Arizona é bem exemplo do carácter pessoal.


publicado por António de Almeida, às 13:26link do post | comentar

 

 

    -Discurso integral de aceitação da vitória por parte de Barack Obama, esta noite em Chicago.


publicado por António de Almeida, às 09:59link do post | comentar | ver comentários (6)

 

       -Barack Obama venceu as presidenciais americanas de forma esmagadora em termos de colégio eleitoral, menos expressiva em votos, 52%-47% o que equivale a uma vantagem a rondar os 7 milhões de votos. Como afirmei no post anterior Obama venceu a quase totalidade dos estados decisivos, o que vem confirmar a desatrosa aposta Republicana em Sarah Palin, alienando o voto moderado que os levou a perder inclusivamente a Virginia onde os Democratas não ganhavam desde 1964, e mesmo aí venceram com Lyndon Johnson, um sulista. A vitória não se ficou por aqui, no Senado o partido do burro por pouco atingia os 60 lugares, e controla também por larga maioria a Câmara dos Representantes. Há que retirar daqui algumas conclusões, os americanos valorizaram a crise económica para a qual Obama representa um novo clima de confiança, ninguém sabe ao certo o que fará, mas pior que a actual administração será dificil. Joe Bidden acabou por se revelar uma escolha acertada, pela sua experiência em política internacional, não sendo de esperar grandes alterações na política americana para lá da retórica, afinal os interesses do país permanecem indiferentes a quem habita temporariamente na Casa Branca.

 


publicado por António de Almeida, às 06:31link do post | comentar | ver comentários (2)

 

      -Barack Obama venceu as presidenciais norte-americanas, tornando-se no 44º presidente dos Estados Unidos da América. Com alguns resultados ainda por apurar, é praticamente seguro que Obama terá vencido no Ohio, Virgínia e Carolina do Norte, dois estados do Sul o que é extraordinário, Colorado, Novo México, Iowa, Indiana e talvez na Florida, ou seja todos os estados onde a eleição estava em aberto, à excepção do Missouri, que terá pendido para McCain por margem tangencial.

 

 

 

 

 


publicado por António de Almeida, às 00:08link do post | comentar

 

     -Para acompanhar ao longo da madrugada, resultados minuto a minuto, estado a estado, via CNN.

 


mais sobre mim
Novembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9





comentários recentes
comunismo=fascismo
Gostam de falar sobre os mamarrachos mas esquecem ...
Muito Bom post. Realmente, este flagelo agrava em ...
Muito Bom post. Realmente, este flagelo agrava em ...
A Censura anda muito activa nos comentários dos bl...
Posts mais comentados
pesquisar neste blog
 
arquivos
links
subscrever feeds
blogs SAPO