La démocratie donne toute sa valeur possible à chaque homme, le socialisme fait de chaque homme un agent, un instrument, un chiffre. - Alexis de Tocqueville
18
Out 08
publicado por António de Almeida, às 12:41link do post | comentar | ver comentários (5)

         -A U.E. incapaz de gerir a sua própria casa, nunca falando a uma só voz em todas as questões verdadeiramente importantes no mundo cada vez mais globalizado, vem por intermédio de Sarkozy e Durão Barroso propor aos EUA a fundação de nova ordem financeira internacional, pelos vistos com o apoio de Cavaco Silva, que elogiou as decisões tomadas esta semana em Paris, reiterando confiança no sistema bancário português, ainda que mostre preocupação quanto ao aumento do desemprego motivado por um fraco crescimento económico. Claro está que a aposta europeia vai direitinha para o aumento da regulação, em matéria de complicar e burocratizar, ninguém dá lições aos europeus, sejam eles de esquerda ou direita.

tags:

publicado por António de Almeida, às 09:28link do post | comentar | ver comentários (4)

 

         -Pedro Passos Coelho faz muito bem em descartar desde já a hipótese de avançar para uma eventual candidatura à C.M.L., ideia defendida por Pacheco Pereira na Quadratura do Círculo, como uma das possíveis alternativas a Pedro Santana Lopes. Em primeiro lugar a confusão gerada até ao momento, é da exclusiva responsabilidade da actual direcção do partido, que alimentou o folhetim, e não de Santana Lopes como JPP insinuou no referido programa, pois o primeiro manifestou disponibilidade é certo, mas Manuela Ferreira Leite tem implicitamente sido conivente com todo o processo que culminou com a aprovação do nome do ex-primeiro ministro pela estrutura local do partido. Por outro lado, estando JPP tão incomodado com a hipótese Santana, e sendo um ex-líder da Distrital de Lisboa, para além de figura pública, porque não avançou ele próprio? Seria talvez uma oportunidade de percebermos o peso político de José Pacheco Pereira, que nem sequer é novo nestas andanças, tendo já no curriculum uma candidatura à C.M.Loures, por sinal com resultado um pouco fraco, mas os tempos eram outros. Para mais, Pedro Passos Coelho demonstrou nas últimas directas que tem capacidade para assumir uma alternativa e avançar para a liderança do partido, ganhou peso político para não precisar de trampolins, enquanto JPP é que necessita continuar a manter uma postura crítica, o que nem sempre é fácil quando o partido é liderado por M.F.L., e criar factos políticos para manter a sua cotação de mercado enquanto comentador.

 

tags:

mais sobre mim
Outubro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9





comentários recentes
comunismo=fascismo
Gostam de falar sobre os mamarrachos mas esquecem ...
Muito Bom post. Realmente, este flagelo agrava em ...
Muito Bom post. Realmente, este flagelo agrava em ...
A Censura anda muito activa nos comentários dos bl...
Posts mais comentados
pesquisar neste blog
 
arquivos
links
subscrever feeds
blogs SAPO