La démocratie donne toute sa valeur possible à chaque homme, le socialisme fait de chaque homme un agent, un instrument, un chiffre. - Alexis de Tocqueville
28
Mar 08
publicado por António de Almeida, às 15:19link do post | comentar | ver comentários (4)
PUBLICO - Sócrates: baixa do IVA terá efeitos na economia, nos preços e nas expectativas

-"uma descida de impostos é sempre desprezível para quem é rico mas não para quem é pobre".
-A frase acima proferida pelo primeiro ministro, encerra em si mesma uma demagogia inacreditável. Basta fazer contas, em cada 5 Euros, os preços descem 5%, mas apenas nos artigos taxados a 21%. Para preços inferiores, os arredondamentos, deixarão os preços exactamente na mesma, ou descerão 1 a 2 cêntimos. Sabendo á partida, o peso que representam bens e serviços alimentares, no orçamento das famílias mais carenciadas, os quais não irão sofrer qualquer redução, por já serem taxados de forma reduzida, reduções significativas só mesmo no sector automóvel, bem como outros artigos de elevado valor, precisamente aqueles que os mais pobres adquirem, mas só quando entram no reino da fantasia, para visitar Socrates no país das maravilhas. A descida de 1% na taxa de IVA, apesar de benéfica para as empresas, é insuficiente para o crescimento económico, ineficaz para os mais carenciados, servindo principalmente, os objectivos demagógicos e eleitoralistas do governo.

publicado por António de Almeida, às 07:44link do post | comentar | ver comentários (2)
PUBLICO - Sá Fernandes disponível para melhorar proposta do Wind Parade em Lisboa

-Já tinha escrito no início do mês este post, intitulado a cidade do Zé, reagindo á notícia então avançada pelo semanário SOL. Sendo alguém que se tornou conhecido em Lisboa, por lutar contra atentados urbanisticos, alguns dos quais não chegaram a ser construidos, como o célebre elevador, não se percebe a ideia de colocar numa cidade histórica como Lisboa estes verdadeiros mamarrachos, capazes de degradar por completo a bela paisagem da cidade das 7 colinas. Espero que os vereadores da oposição, levem tanto a sério esta proposta, quanto a ideia apresentada no final do verão passado por Sá Fernandes, de explorar comercialmente, as corvinas e conquilhas do Tejo, bem como criar azeite e vinho com marca Lisboa. O Zé faz realmente falta a Lisboa, sem ele, o anedotário da cidade, ficaria bem mais pobre. Agora afirma-se disponivel para melhorar a proposta, mostrando-se sensivel aos argumentos da oposição, só se fôr no sentido de não colocar esta bizarria, numa cidade que tem paisagens bem mais interessantes, como o Castelo de S. Jorge, a Torre de Belém, os Jerónimos, a Ajuda ou o Terreiro do Paço, entre muitos locais admiráveis, não precisando rigorosamente para nada, das turbinas do Zé.

mais sobre mim
Março 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9





comentários recentes
comunismo=fascismo
Gostam de falar sobre os mamarrachos mas esquecem ...
Muito Bom post. Realmente, este flagelo agrava em ...
Muito Bom post. Realmente, este flagelo agrava em ...
A Censura anda muito activa nos comentários dos bl...
Posts mais comentados
pesquisar neste blog
 
arquivos
links
subscrever feeds
blogs SAPO