La démocratie donne toute sa valeur possible à chaque homme, le socialisme fait de chaque homme un agent, un instrument, un chiffre. - Alexis de Tocqueville
14
Mai 10
publicado por António de Almeida, às 15:53link do post | comentar | ver comentários (4)

-O mês de Maio iniciou com a decisão do título de campeão nacional de futebol, passa pela visita do Papa Bento XVI ao nosso país e terminará com o Rock in Rio Lisboa, que substituirá o tradicional fado na atenção do povo. Não mudámos assim tanto nas últimas décadas, entretanto vamos conhecer o maior agravamento fiscal de que há memória, um verdadeiro saque ao bolso do contribuinte, mas isso não parece preocupar alguém, à excepção de meia dúzia de de especialistas remetidos para programas de pouca audiência na televisão por cabo.

tags:

22
Abr 10
publicado por António de Almeida, às 12:40link do post | comentar | ver comentários (6)

-O presidente da Bolívia, Evo Morales, explica. Sempre quero ver por cá se os admiradores deste governante irão ficar indignados ou assobiar para o lado.

tags:

16
Abr 10
publicado por António de Almeida, às 15:03link do post | comentar | ver comentários (6)

-Estou-me nas tintas para a laicidade do Estado e nada tenho contra a Igreja Católica. Aqui a questão é outra, se um funcionário público pretende assistir à missa celebrada pelo líder espiritual da sua igreja, deve poder gozar um dia das suas férias, mas não ter autorização para faltar ao trabalho e continuar pago com o dinheiro dos meus impostos.

tags:

02
Mar 10
publicado por António de Almeida, às 13:08link do post | comentar | ver comentários (14)

   -Lembram-se dos verde-eufémios? A Comissão Europeia autorizou o cultivo e comercialização de batata transgénica, pelo que será avisado os interessados no cultivo tratarem de assegurar a defesa da sua propriedade. Passados dois anos e meio da bardinagem levada a cabo em Silves, os energúmenos ainda não foram sentados no Tribunal e será muito pouco provável que venham a ser penalizados, enquanto o agricultor viu destruído o fruto do seu trabalho.

tags:

25
Fev 10
publicado por António de Almeida, às 11:20link do post | comentar | ver comentários (7)

  -No início da carreira os trabalhadores são forçados, sem qualquer opção de escolha, a contribuir com parte do salário para financiar uma segurança social pública. Em troca esperam receber, algures no futuro, uma pensão que lhe permita manter um nível de rendimentos mínimo, de acordo com as entregas efectuadas. Em nome da chamada universalidade e solidariedade geracional, saem todos a perder, parte das verbas são absorvidas em custos com o funcionamento do próprio Estado. Para cúmulo, o sistema assenta numa base fraudulenta, uma vez que o Estado, não satisfeito com o papel de árbitro e jogador em simultâneo, ainda altera a regra do jogo em seu favor, sempre que tal lhe for conveniente. A diferença entre a segurança social pública e um esquema de Maddof, certamente inspirado na pirâmide de Carlo Ponzi, reside na cobertura legal da primeira...

tags:

23
Fev 10
publicado por António de Almeida, às 13:14link do post | comentar | ver comentários (2)

   -Não vale a pena continuar a tentar tapar o sol com a peneira, por mais que as estatísticas indiquem não terem aumentado nos últimos tempos os índices de criminalidade, a realidade é que existe na sociedade portuguesa uma sensação de insegurança. É a conclusão a retirar deste estudo. A questão é também de visibilidade, os criminosos podem não praticar mais delitos que anteriormente, mas organizados em gangs serão certamente mais espectaculares nas acções. Não basta a boa vontade, o combate ao crime passa por uma opção política, no sentido de permitir uma resposta mais musculada das nossas forças policiais, necessariamente treinadas e equipadas para o efeito, para além de alterações aos Código Penal e Código do Processo Penal, a fim de retirarmos das ruas quem teima em não aceitar e respeitar as regras mais básicas da vida em sociedade.

tags:

16
Jan 10
publicado por António de Almeida, às 13:22link do post | comentar | ver comentários (1)

 

 

tags:

29
Dez 09
publicado por António de Almeida, às 12:59link do post | comentar | ver comentários (7)

   -Quando alguém é executado nos EUA o clamor internacional é bem maior quando comparado com igual procedimento pelo sistema judicial chinês. E convém não confundir a opinião pública distorcendo os factos, nos EUA os condenados à morte foram considerados culpados por crimes hediondos, entre os quais não se encontra certamente o tráfico de heroína. Dito isto esclareço que sou contra a pena de morte.

tags:

18
Dez 09
publicado por António de Almeida, às 15:27link do post | comentar | ver comentários (3)

   -Um dos maiores problemas deste país é legislar na sequência de casos concretos. A maioria das actuais apólices de seguro de habitação não contempla coberturas de risco de fenómenos sísmicos, o governo não hesita, alertado pelo abalo desta semana, pretende obrigar as seguradoras a incluírem o risco, tornando-o obrigatório, sem pensar nas consequências que não se farão esperar. Mesmo diminuindo o valor da cobertura pela massificação da mesma, representará sempre um agravamento da factura para o consumidor. Só que no caso de ocorrência de uma catástrofe nem as seguradoras, provavelmente nem os Bancos que as controlam, terão capital suficiente para fazer face aos prejuízos, o que obrigará o Estado a intervir. Qualquer comparação com o fundo de garantia automóvel é totalmente absurda.

tags:

16
Dez 09
publicado por António de Almeida, às 18:24link do post | comentar | ver comentários (6)

   -Ver António Costa e Isaltino Morais gastarem 3,5 milhões de Euros dos cofres das endividadas autarquias, para conseguirem desviar do Rio Douro para Lisboa o Red Bull Air Race, é uma imbecilidade que em nada contribui para desenvolver o país, para além de fomentar rivalidades inúteis. O caso será mais grave, diria mesmo intolerável, se existir empenho do governo ou empresas públicas...

tags:

15
Dez 09
publicado por António de Almeida, às 17:46link do post | comentar | ver comentários (8)

   -Respeito e sinto apreço por pessoas que expressam e assumem opinião com frontalidade, sem condicionalismos, quer seja veiculada através da comunicação social a troco de pagamento, escrita num blogue ou mera conversa no círculo que se frequenta, até mesmo quando delas discordo totalmente. Já tenho mais dificuldade em tolerar oportunistas, principalmente quando servem os interesses dos que afirmam ser adversários, esquecendo o grupo a que pertencem por estarem mais interessados em saldar contas de mercearia ou travar guerrinhas de quintal. Apesar de já não ter idade para estranhar certas coisas afinal até já vi um elefante andar de bicicleta, continuo a não achar natural quando vejo alguém a tecer rasgados elogios aos opositores, a não ser que eles não se oponham assim tanto...


07
Dez 09
publicado por António de Almeida, às 13:22link do post | comentar | ver comentários (7)

   -Experimentem substituir Deus, Pátria e Família por Europa, alterações climáticas e imigração e verifiquem que pouco mudou. Em Portugal apenas têm voz os que alinham no regime do politicamente correcto. O Tratado de Lisboa entrou em vigor sem ser dada voz aos opositores da perda de soberania, nem sequer no serviço público de rádio e televisão, a cimeira de Copenhaga está a ser noticiada ignorando olimpicamente o Climategate, o referendo na Suíça à proibição de minaretes resume-se à xenofobia dos habitantes da federação helvética, que acreditaram no discurso da extrema-direita.

tags:

29
Nov 09
publicado por António de Almeida, às 17:39link do post | comentar | ver comentários (9)

   -Luís Figo soma e segue, primeiro o seu rosto permaneceu associado ao BPN durante anos, depois vieram os investimentos no Dubai e mais recentemente o apoio a José Sócrates nas últimas legislativas.

tags:

16
Nov 09
publicado por António de Almeida, às 11:10link do post | comentar | ver comentários (7)

   -Um verdadeiro regabofe este maravilhoso mundo das empresas públicas.

tags:

04
Nov 09
publicado por António de Almeida, às 22:05link do post | comentar | ver comentários (6)

  -Tenho lido e ouvido vários argumentos em defesa do casamento de pessoas do mesmo sexo, que o Estado não se deve meter na cama das pessoas, em matéria de afectos cada um decide o que quer ou como afirma o Tiago Moreira Ramalho é um contrato. Não aconteceu em Portugal, mas um dia quem sabe... Patrick e Susan amam-se. Têm 4 filhos mas não os deixam casar.

 

tags:

publicado por António de Almeida, às 13:34link do post | comentar | ver comentários (5)

   -Vamos ser absolutamente claros, não é por estar inscrito no programa do PS que os defensores do casamento entre pessoas do mesmo sexo estão contra a realização do referendo, mas por temerem o resultado do mesmo. Nos EUA apesar da Obamania, as derrotas sucedem-se, ontem foi a vez dos eleitores do Maine recusarem o tal avanço em direcção à modernidade. Por mim defendo que uma vez recusado agora o referendo e aprovada a legislação, PSD e CDS/PP se comprometam a sujeitar o assunto ao voto popular mal exista uma diferente composição parlamentar. Se quiserem efectivamente resolver os problemas reais das pessoas, consagrar direitos sucessórios e de assistência, podem encontrar uma boa solução na União Civil existente no Reino Unido.

tags:

01
Nov 09
publicado por António de Almeida, às 14:24link do post | comentar | ver comentários (3)

   -Esta é uma daquelas notícias que me deixam triste. Cresci a ouvir "o som da frente" e nunca mais deixei de acompanhar António Sérgio. Tinha uma voz inconfundível que se calou hoje. Até sempre!

tags:

31
Out 09
publicado por António de Almeida, às 12:51link do post | comentar | ver comentários (6)

   -O fenómeno da corrupção não constitui obviamente um exclusivo do sector público, mas é no Estado que poderá mais facilmente ser encontrado. A razão é simples, existe a sensação que dá para tudo, o Estado nunca irá à falência, se precisar aumentar a receita basta subir impostos, as contas públicas são manipuladas ao sabor da conveniência do governo em cada momento. A lição a retirar desta operação "face oculta", independentemente de quem é culpado ou inocente, deixo isso para a Justiça, é a omnipresença do Estado. Quem pretende investir, inovar, criar riqueza, esbarra numa teia de interesses e cumplicidades, com ramificações ao poder político, nacional ou local. Das grandes empresas públicas, às privadas onde o Estado detém participações ou golden share, dos Institutos, Direcções e Administrações de qualquer coisa, está sempre lá um fulano conhecido, que deve um favor a alguém. Há muito que os principais partidos políticos estão parasitados por gente menos escrupulosa, que vê o Estado como uma "cosa nostra", decidindo o investimento público a realizar, empregando os seus, determinando quem faz negócio ou vence concursos. Para lá da necessidade de maior transparência no funcionamento da Administração, punições a eventuais prevaricadores, para as quais urge modernizar e tornar a Justiça célere e eficaz, é fundamental para o país reduzir o peso do Estado na sociedade e retirá-lo da economia, diminuir a administração e apróximar o centro de decisão da população.

tags:

27
Out 09
publicado por António de Almeida, às 14:20link do post | comentar | ver comentários (5)

    -Caro Jorge Assunção, há muito que defendo um referendo sobre a matéria. A Lei pode ser alterada no parlamento, é um facto, mas não deixa de ser verdade que mais tarde, uma maioria diferente terá na Assembleia da República igual legitimidade para revogar o que vier a resultar do mais que provável entendimento do PS com o BE sobre esta causa fracturante e moderna, como gostam de lhe chamar, para tal bastará inscrever tal proposta num daqueles programas eleitorais que praticamente ninguém lê. No entanto partilho várias das tuas preocupações, nomeadamente as questões fiscais que colocas de forma pertinente, o que me leva a propor a introdução da figura da União Civil, à semelhança do Reino Unido, resolvendo os problemas concretos das pessoas. Mas pelos vistos para muito boa gente, estás longe de ser o único, apenas a IVG e Regionalização são avanços civilizacionais, pois até hoje foram os únicos temas amplamente discutidos e referendados.

tags:

mais sobre mim
Março 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


comentários recentes
comunismo=fascismo
Gostam de falar sobre os mamarrachos mas esquecem ...
Muito Bom post. Realmente, este flagelo agrava em ...
Muito Bom post. Realmente, este flagelo agrava em ...
A Censura anda muito activa nos comentários dos bl...
Posts mais comentados
16 comentários
15 comentários
14 comentários
pesquisar neste blog
 
arquivos
links
Twingly BlogRank
blogs SAPO